Lei

Bolsonaro desrespeita a Justiça e volta a divulgar falso “kit gay”

Nova inserção eleitoral do candidato na TV e no rádio traz fake news já proibida de circular pelo TSE

Fake news sobre Kit Gay, proibida pela Justiça, volta a passar na propaganda eleitoral de Bolsonaro / Foto: reprodução/TVGlobo

O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) desrespeitou uma decisão da Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (24), ao insistir em divulgar a notícias falsa de que os governos do PT pretendiam distribuir um “kit gay” nas escolas durante uma inserção de 30 segundos que foi ao ar pela TV e pelo rádio.

Na inserção, o capitão da reserva associa a Haddad a veiculação de um filme com “beijo lésbico” para “criancinhas de 6 anos em escola”. O material faria parte do inexistente “kit gay”.

Na semana passada, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que a campanha de Bolsonaro teria que retirar do ar vídeos que disseminam fake news sobre um livro de sexualidade que o candidato afirmava, equivocadamente, que faria parte do que ele chama de “kit gay” que nunca existiu.

Os advogados que representam o PT no âmbito eleitoral já estão cientes da veiculação da nova inserção de Bolsonaro e devem acionar o TSE.

Edição: Redação