Saúde Pública

Tabloide especial Brasil de Fato analisa impactos da saída de cubanos do Mais Médicos

Edição também descreve o perfil e trajetória dos integrantes confirmados da equipe do governo de Bolsonaro

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Capa da edição especial "Menos Médicos" do Brasil de Fato / Fotografia: Araquém Alcântara

Uma nova edição especial do tabloide Brasil de Fato analisa as consequências da saída de mais de 8 mil médicos cubanos do programa Mais Médicos. O tabloide apresenta informações sobre quantas cidades ficam sem atendimento, quais os estados mais atingidos, além de dados que contrapõem as desinformações que circularam sobre os médicos cubanos, disseminadas inclusive pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.  

Para saber melhor o que é possível esperar do próximo governo que inicia em 2019, o Brasil de Fato traz um perfil de dez integrantes da equipe de governo já confirmados por Bolsonaro, de Sérgio Moro, confirmado como ministro da Justiça a Paulo Guedes, o chamado "guru econômico" de Bolsonaro, que conduzirá o ministério da Economia. 

O tabloide apresenta também uma análise sobre os riscos graves apresentados por outro dos objetivos apontados pela equipe de transição de Bolsonaro: o desmonte dos bancos públicos, em especial a Caixa Econômica Federal. Por último, o impresso fala sobre a campanha que levará ao registro da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva ao Prêmio Nobel da Paz. No dia 31 de janeiro centenas de personalidades nacionais e internacionais participarão do momento histórico. 

Leia aqui a edição especial do Brasil de Fato com a análise dos impactos na saúde pública com o fim da participação do governo de Cuba no programa Mais Médicos, e a descrição da equipe do governo Bolsonaro.

Edição: Brasil de Fato