De volta às ruas

Estudantes convocam novos protestos em defesa da educação para o dia 30 de maio

Ubes, UNE e ANPG divulgaram a data da nova mobilização na noite desta quarta (15), durante a Greve Nacional da Educação

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Maranhenses lotaram as ruas da capital São Luís nesta quarta-feira (15) / Divulgação

O sucesso da Greve Nacional da Educação fez com que três entidades de representação estudantil convocassem, no início da noite desta quarta-feira (15), o Segundo Dia Nacional em Defesa da Educação, que será realizado em 30 de maio.

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) fizeram uma convocatória conjunta durante as manifestações de rua em todo o Brasil e pelas redes sociais.

Segundo apuração da Confederação Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE), mais de um milhão de pessoas participaram das manifestações. Conforme levantamento do Brasil de Fato na imprensa e nas redes sociais, houve manifestações em mais de 200 municípios de todos os estados brasileiros.

O levante dos estudantes é uma resposta aos cortes de orçamento em todos os níveis da educação, anunciados no último dia 30 de abril por Abraham Weintraub, ministro da Educação. Nas universidades federais, o governo bloqueará 30% do orçamento previsto para pagamento de dívidas não obrigatórias, como trabalhadores terceirizados, obras, compra de equipamentos, água, luz e internet. 

Há protestos agendados em pelo menos doze capitais: São PauloRio de Janeiro, Porto AlegreBelo Horizonte, Brasília, Salvador, Curitiba, Fortaleza, Belém, Recife, Manaus e Natal.

Edição: Daniel Giovanaz