não à privatização!

Brasil terá pelo menos 13 atos em defesa da soberania até novembro; confira a lista

As manifestações foram programadas durante lançamento da Frente Popular e Parlamentar em Defesa da Soberania Nacional

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Mais de 300 lideranças estiveram em Brasília nesta quarta-feira (4) para inaugurar a frente unitária / Foto: Lula Marques

Com a participação de mais de 300 pessoas, em seminário realizado nesta terça-feira (4) na Câmara dos Deputados, foi lançada a Frente Popular e Parlamentar em Defesa da Soberania Nacional. Trata-se de uma iniciativa convocada pelas Frentes Brasil Popular (FBP) e Povo Sem Medo que demarca posição unitária contra as políticas privatistas e neoliberais do governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Além de um dia intenso de debates e do lançamento de um manifesto coletivo pela soberania nacional, os deputados, senadores, representantes de partidos políticos, movimentos populares, igrejas, ONG e outras instituições que compõem a nova frente também anunciaram um calendário de atos pelo Brasil.

Estão previstas manifestações em defesa dos Correios, da Petrobras, da Amazônia, dos bancos públicos, da reestatização da Vale, da Base de Alcântara e da Eletrobras. No total, já estão marcados 13 atos, com início no dia 7 de setembro, com o Grito dos Excluídos.

A articulação prevê também a criação de um comitê nacional e de comitês estaduais para organização das atividades.

Confira o calendário completo:

7 de Setembro – Grito dos Excluídos e Luta em defesa da Educação

19 de Setembro – Jornada rumo ao centenário de Paulo Freire

20 de Setembro – Dia Nacional de manifestações e paralisações contra a destruição do Brasil 

24 de Setembro – Manifestação em torno do indicativo de votação da reforma da Previdência no Senado

26 de Setembro – Ato em Brasília (DF) em defesa dos Correios

3 de Outubro – Ato no Rio de Janeiro (RJ) e em Curitiba (PR) em defesa da Petrobras e da Soberania 

5 de Outubro – Ato Nacional em Marabá (PA) em defesa da Amazônia

15 de Outubro – Ato em São Paulo (SP) em defesa dos Bancos Públicos

16 de Outubro – Dia Mundial da Alimentação

17 de Outubro – Seminário no Auditório Nereu Ramos, em Brasília (DF), contra a violência no ambiente escolar (organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) 

18 de Outubro – Ato Nacional em Recife (PE) em defesa da Eletrobrás

25 de Outubro – Ato em Brumadinho (MG) em defesa da reestatização da Vale

20 de Novembro – Caravana em defesa da Base de Alcântara, no Maranhão

Edição: Rodrigo Chagas