Visitas a Lula

"Lula é o preso político mais importante do mundo", afirma Ignácio Ramonet

O jornalista espanhol Ignácio Ramonet visitou o ex-presidente em Curitiba

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
"Lula já tem na história a estatura de um Mandela ou de Ghandi", afirma Ramonet / Joka Madruga

Após visita a Lula, em Curitiba (no último dia 12), em entrevista exclusiva ao Brasil de Fato Paraná, o jornalista e intelectual espanhol Ignácio Ramonet afirmou que o ex-presidente pediu para que sejam mais divulgadas as revelações da Vaza Jato pelo “The Intercept”. Para Ramonet, Lula é hoje o preso político mais importante do mundo.

Brasil de Fato – Pelo que o senhor relatou, o ex-presidente disse que é necessário divulgar mais as revelações feitas pelo “The Intercept”. O que ele pediu? 

Ignácio Ramonet – Lula insistiu para que sejam mais difundidas essas revelações. Ele pensa que isso acabou sendo bem interpretado no estrangeiro, porque houve mudança substancial em relação ao entendimento da situação de Lula fora do Brasil. E [Glen] Greenwald, o jornalista que as fez, tem muita credibilidade. Mas aqui, no Brasil, ele vê dois problemas. O primeiro é que os grandes grupos da mídia têm boicotado. Mas ele pensa também que os grupos de apoio a ele têm de fazer maior divulgação dessas revelações. Pediu que todos que o apoiam leiam, porque não basta gritar “Lula Livre”, tem de saber por que ele está lá.

BDF – Você falou em mudança de olhar de países europeus em relação ao caso de Lula, que mudanças foram essas? 

Ramonet – O olhar europeu mudou completamente a partir [das revelações] do “The Intercept”. Até elas, havia confiança na Justiça brasileira. E mesmo Lula tinha confiança na Justiça. Mas agora se vê que, em algumas coisas, a Justiça foi manipulada, e fora do Brasil mudou-se de ideia. Já não se trata de um presidente corrupto, mas de um presidente vítima de uma armadilha judicial. Para o mundo inteiro, é um inocente preso. É o preso político mais importante do mundo. Lula já tem na história a estatura de um Mandela ou de Ghandi. É o melhor presidente brasileiro, já está na história. Como se vai tirá-lo da história para colocar na cadeia? 

Edição: Lia Bianchini