Saúde

Estudantes e profissionais da saúde organizam o seminário VER-SUS no Cariri

O objetivo da iniciativa é levar estudantes ligados à área de saúde para o cotidiano do SUS

Brasil de Fato | Crato (CE)

,
Estudantes e professores debatem o SUS / Rodolfo Santana

A Universidade Regional do Cariri (URCA) sediou nos dias 2 e 3 de outubro o Seminário Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS). O objetivo da iniciativa é levar estudantes ligados à área de saúde para dentro do cotidiano do Sistema Único de Saúde (SUS), complementando conhecimentos sobre financiamento, estratégias de controle e auditoria além de intepretação demográfica e epidemiológica e ordenamento do trabalho e da rede assistencial.

O SEMINÁRIO

O VER-SUS busca divulgar entre estudantes dos mais diversos cursos ligados à saúde, como medicina, enfermagem e nutrição, a importância do SUS, angariando assim novos apoiadores e defensores do sistema.

A professora da Faculdade de Medicina da UFCA e representante da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares, Emille Sampaio, fala sobre a importância do debate do SUS para a formação dos estudantes defende que “o SUS também é um fomentador da educação em saúde, então ele tem o dever de reproduzir os seus recursos humanos, e os cursos de saúde são eminentemente práticos, então você precisa ter o contato com o outro, ter contato com o paciente, independente de qual categoria em saúde, pra poder estabelecer a prática”.

A professora fala ainda que “esse contato com o outro, essa prática que é o que faz com que a nossa qualidade de ensino aconteça é eminentemente no serviço público de saúde, então é quando você vai para o hospital para fazer um procedimento, vai acompanhar uma consulta, um atendimento, vai fazer uma visita domiciliar, está na Unidade Básica de Saúde, essa é uma integração ensino serviço comunidade, que é a instituição de ensino superior entrando nos serviços assistenciais pra formar também os futuros trabalhadores daqueles serviços”.

Roana Gouveia, estudante de enfermagem da URCA, fala do Ver-SUS como uma importante iniciativa de fortalecimento aos pilares de sua formação, assim como a fortificação do próprio sistema de saúde, onde “a gente pode estar abrangendo olhares e compartilhando experiências com outros usuários e profissionais do SUS”.

Larissa Lima, estudante de medicina da UFCA, fala da sua formação que tem disciplinas desde o início até o internato que tratam dos aspectos do SUS e defende que “o sistema é capaz de se superar, se a gente der uma chance pro SUS, ele é um sistema de saúde em que a população é posta em primeiro lugar em que a saúde do outro o cuidado com o outro é extremamente importante e valorizado e que se todo mundo trabalhar em função disso daquela pessoa que está precisando de assistência o sistema ele funciona e ele é capaz de transformar comunidades inteiras”.

Edição: Monyse Ravena