youtuber

Rock leva a aborto, sexo, drogas e satanismo, diz novo presidente da Funarte

"O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo", disse em seu canal no YouTube o músico nomeado para o cargo

Dante Mantovani é seguidor de Olavo de Carvalho e mantém canal sobre música erudita e teorias da conspiração / Reprodução

Nomeado nesta segunda-feira (2) para ocupar o cargo de presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), além de maestro, Dante Mantovani também é youtuber.

Em seu canal com mais de 6 mil inscritos, Mantovani faz comentários sobre música erudita e teorias da conspiração. Uma delas, por exemplo, diz que o rock leva às drogas e, como última consequência, ao satanismo.

“O rock ativa a droga que ativa o sexo que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua vez alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo”, diz o novo presidente da Funarte, que é doutor em música pela Universidade de Londrina.

Em outro vídeo, o seguidor de Olavo de Carvalho compartilha teorias de que os Beatles “colocaram em prática as ideias da Escola de Frankfurt”, que segundo ele, queriam destruir a cultura ocidental. “Eles precisavam destruir as famílias americanas porque elas eram a sustentação do capitalismo”, diz.

Outra vítima de suas análises é o cantor Elvis Presley, que, segundo ele, também faz parte de um experimento soviético para “destruir a juventude”.

“Nos anos 50, apareceu um tal de Elvis Presley, que fazia todo mundo cantar, sacolejar, balançar o quadril, né. Todo mundo ama esses caras. Começam a ser introduzidos certos comportamentos… o Elvis Presley morreu de overdose, né”, fala.

Assim como Katiane de Fátima Gouvêa, nomeada na quarta-feira (27) secretária do Audiovisual, Mantovani também faz parte da organização da Cúpula Conservadora das Américas.

Edição: Fórum