Memória

Radinho BdF conversa com as crianças sobre os anos de chumbo

No dia 31 de março de 2021, completaram-se 57 anos do golpe militar no Brasil

Ouça o áudio:

Graúna, um dos personagens mais conhecidos e críticos criados pelo cartunista Henfil, que dedicou sua obra à liberdade e combate à ditadura - Divulgação
As pessoas que eram contra esse regime foram perseguidas, torturadas e mortas

O Radinho BdF dessa quarta-feira (07) faz uma viagem pela história do Brasil para falar sobre um dos momentos mais triste do nosso país, a ditadura militar. Esse regime foi instaurado depois de um golpe contra o presidente João Goulart, em 31 de março de 1964, e durou 21 anos. Naquela época, era comum a censura aos jornais, televisão e rádio, assim como aos artistas. 

Quem era contra esse regime foi perseguido, torturado e muitas pessoas, infelizmente, acabaram perdendo a vida por não concordar com a situação do país.

Para lembrar

E para não deixar as pessoas esquecerem como foi esse período e evitar que isso aconteça outra vez, o Radinho BdF trouxe alguns especialistas para conversar com as crianças sobre o tema. Como é o caso do jornalista Eduardo Reina, autor do livro Cativeiro Sem Fim, que conta a história de crianças e adolescentes sequestrados durante a ditadura militar.

Outro depoimento importante foi do Igor Gabrois, neto de Maurício Gabrois, que lutou contra a ditatura e que, infelizmente, se tornou um desaparecido político. Até hoje, sua família não sabe o que aconteceu com ele. 

Saber ouvir

A pedagoga Bruna Melauro também contribui com o tema e contou a história de um rei mimado e mandão, que não gostava de ouvir os conselhos de ninguém. 

E para mostrar a importância de ouvir as pessoas e respeitar as diferenças, a também pedagoga Silvana de Oliveira ensinou a brincadeira Caminho no Escuro. 


Toda quarta-feira, uma nova edição do programa estará disponível nas plataformas digitais. / Brasil de Fato / Campanha Radinho BdF

Sintonize

O programa Radinho BdF vai ao ar às quartas-feiras, das 9h às 9h30, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista. A edição também é transmitida na Rádio Brasil de Fato, às 9h, que pode ser ouvida no site do BdF.

Em diferentes dias e horários, o programa também é transmitido na Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), e na Rádio Terra HD 95,3 FM.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o Radinho BdF de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

 

 

 

 

 

 

 

 

Edição: Michele Carvalho