BEM VIVER NA TV

"Esse governo é inimigo da soberania alimentar", afirma Frei Sérgio Görgen

Confira a entrevista com o militante do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) no Bem Viver na TV, com Luana Ibelli

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |
Frei Sérgio Görgen fala sobre soberania alimentar e preservação do meio ambiente nesta edição do Bem Viver na TV - MPA

"Esse governo negou vacina e com isso milhares de pessoas morreram, agora ele nega alimento, nega as condições para que os pequenos produtores produzem alimento, porque não tem crédito, não tem apoio e não tem garantia de comercialização. Então não tem comida na mesa do povo", afirma, em entrevista ao Bem Viver na TV, o Frei Sérgio Görgen.

Veja mais: Bem Viver na TV: Orgulho LGBT, Tambor de Crioula e a vida dos retireiros do Araguaia

Frade franciscano, militante do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), e autor do livro Trincheiras da Resistência Camponesa fala sobre soberania alimentar e questões ambientais na edição deste sábado (26) do programa.

A liderança critica a postura de Jair Bolsonaro (sem partido) de fortalecer "o latifúndio, o desmatamento, a grande produção de soja", em detrimento da produção dos pequenos agricultores, que produzem a maior parte de alimentos para o consumo da população brasileira.

:: Assistir e celebrar em casa: tem São João no Bem Viver na TV ::

"Ele [governo Bolsonaro] é genocida, porque deixou de colocar vacina para população, e agora é duplamente genocida porque deixa as pessoas sem comida e com isso muitos vão morrer de fome. Tem uma perversidade nisso, porque na questão da falta de vacina, a maior perda de vidas foi de pessoas idosos, e normalmente a fome mata crianças. Então, nós vamos voltar a ter muita mortalidade infantil por causa da fome que está batendo nas portas das famílias brasileiras", enfatiza Görgen

E tem mais..

Tem festa do pinhão! O Bem Viver dá um espaço todo especial para esse alimento delicioso e abundante no inverno. O quadro Alimento é Saúde explica quais os ricos benefícios da semente e a luta para preservação das araucárias. 

No Comida de Verdade, a Letícia Massula, do Blog Cozinha da Matilde, ensina um risoto divino com o pinhão.

Já imaginou assar um bolo com o calor do sol? Você vai ver como isso é possível no Momento Agroecológico

O Mosaico Cultural traz a tradição da Festa da Tainha dos pescadores de Santa Catarina e tem uma Dica de Saúde sobre as reações das vacinas.




O Bem Viver é uma produção do Brasil de Fato em parceria com a Rede TVT. Na emissora paulista, que abrange a Grande São Paulo, a produção vai ao ar às 13h30, com reprise no domingo às 6h30 e na terça-feira às 20h.  Além disso, tem exibição na TVCom Maceió, na TV Floripa, na TVU de Pernambuco e na TVE Bahia.

Onde assistir

Nas redes sociais do Brasil de Fato (Facebook e YouTube); na TVT, no canal 44.1 – sinal digital HD aberto na Grande São Paulo e canal 512 NET HD-ABC; na TVCom Maceió, no canal 12 da NET; na TV Floripa, também no canal 12 da NET; na TVU (Universitária) Recife no canal 40 UHF digital e na TVE Bahia, no canal 30 (7.1 no aparelho) do sinal digital.

Quando

Na TVT: sábado às 13h30; com reprise domingo às 6h30 e terça-feira às 20h.

Na TVCom: sábados às 10h30, com reprise domingo às 10h.

Na TVU Recife: sábados às 12h30, com reprise terça-feira às 21h.

Na TVE Bahia: sábado às 12h30, com reprise quinta-feira às 7h30.

Sintonize

No rádio, o programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

O programa também transmitido pela Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Isa Chedid