variedades

Programa Bem Viver celebra festas do 12 de outubro e debate sobre sistemas alimentares

Dia de Nossa Senhora Aparecida, Dia da Criança e Círio de Nazaré são algumas das festividades que marcam o mês

Ouça o áudio:

Confira as opiniões da molecada sobre o Dia das Crianças, celebrado em 12 de outubro - Reprodução / Território do Brincar
Redes de mercados determinam o que vamos consumir e quanto vão pagar aos agricultores

O que são sistemas alimentares e porque eles são considerados fundamentais no combate à fome? Para responder a essas perguntas cada vez mais importantes no Brasil, a edição de hoje (12) do Programa Bem Viver traz uma entrevista exclusiva com o coordenador do Centro de Desenvolvimento Agroecológico Sabiá, Carlos Magno, que discute a cadeia de produção de alimentos no país.

“Hoje existe um sistema hegemônico alimentar corporativista. Alguém planta esse alimento, ele viaja quilômetros até chagar na gôndola do mercado”, disse Magno. “A gente não vê o que acontece por trás disso, mas sabemos que há um sistema organizado com grandes redes de supermercados. Eles determinam que produtos o consumidor vai consumir. Isso fica na mão de grandes grupos que inclusive não são brasileiros. O dinheiro sequer fica aqui. Eles definem que produtos vão colocar na prateleira e que preço pagam aos agricultores.”

Ainda sobre o tema, ocorreu no final de setembro, na Assembleia Geral da ONU, um encontro da Cúpula dos Sistemas Alimentares. A função dela é, na teoria, pensar e montar estratégias para combater a fome no planeta. Porém, a cúpula foi alvo de críticas de diversas organizações independentes que atuam pelos direitos humanos e segurança alimentar. Elas denunciam que o encontro atendeu apenas a interesses corporativos.

Por isso, movimentos populares organizaram uma contra-cúpula, denominada Cúpula dos Povos sobre Sistemas Alimentares Justos Equitativos, Saudáveis e Sustentáveis, da qual Magno participou. “O discurso que a gente escuta é que o agronegócio acaba com a fome. Isso não é verdade. O agronegócio nunca teve tanto luco e a gente há muitos anos não tinha tanta gente com fome. Ele nada tem a ver com produção de alimentos para comer, mas com lucro e superávit.”

Celebrações de outubro

O Programa Bem Viver presta uma homenagem às importantes celebrações realizadas em outubro no Brasil. Hoje (12) é uma data simbólica por ser celebrado o Dia das Crianças e o Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do país. Mesmo quem não é muito ligado à religiosidade, sabe da importância da data no país, que já inspirou diversas produções culturais, sociais e religiosas.

:: Viaje com o Radinho BdF em uma volta ao mundo pelas diferentes celebrações de Dia das Crianças :: 

No Pará, o Círio de Nazaré, uma das maiores procissões do Brasil e evento mais aguardado pelo povo de Belém, voltou a ocorrer neste ano, com restrições devido a pandemia do novo coronavírus. As romarias oficiais não foram realizadas, mas a população foi liberada para caminhar por conta.

O domingo (10) foi um dia simbólico: centenas de pessoas de máscara e com distanciamento social caminharam para cumprir a missão que o dia propõe. Trata-se de um ato de fé que leva uma multidão a caminhar quilômetros para encontrar com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré.

Neste ano, as pessoas pediram à santa a proteção e bênçãos, mas também aproveitaram para marcar protestos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em especial por conta do avanço da fome e das vidas perdidas para a covid-19.

Saúde mental

Você sentiu sua saúde mental afetada nesse último um ano e meio, durante a pandemia? Muitas pessoas passaram a enfrentar transtornos que as impedem de realizar tarefas simples do cotidiano que antes eram feitas sem problema. Com a flexibilização das medidas de isolamento social, os problemas passam a ganhar novos sintomas, que igualmente merecem atenção.

Uma pesquisa recente publicada na revista científica inglesa The Lancet aponta que casos de ansiedade aumentaram em 25% durante a pandemia. É fundamental saber reconhecer sintomas e procurar ajuda profissional para tratar o problema.

Marco temporal

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, devolveu os autos da ação sobre o Marco Temporal, possibilitando que o julgamento possa ser retomado assim que o presidente da Corte, Luiz Fux, marcar uma data.

O marco temporal é uma tese defendida pelo setor do agronegócio que cria uma regra para demarcação de terras indígenas. Segundo ela, só são reconhecidos territórios que os indígenas ocupavam presencialmente quando a Constituição brasileira foi promulgada, em 1988. Para lideranças indígenas, a tese é ilegal e fere a Constituição.

O debate do marco temporal foi interrompido porque Moraes pediu vistas e requereu mais tempo para avaliar o caso e decidir o voto. Já haviam se manifestado dois ministros, o Edson Fachin que se foi contra o marco temporal, e Kassio Nunes Marques, que votou a favor, mantendo o placar em um a um. Faltam ainda nove ministros.


Confira os horários de transmissão do programa Bem Viver / Brasil de Fato

Sintonize

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Sarah Fernandes