Ensino superior

Prouni: Candidatos convocados em 1ª chamada têm até 14 de março para comprovar informações

O ProUni oferece bolsas integrais e parciais em universidades particulares

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

Os estudantes não aprovados automaticamente concorrerão às vagas em uma segunda chamada - Foto: Governo do Estado de São Paulo

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) nesta quarta-feira (2).

Continua após publicidade

Agora, os selecionados devem comprovar as informações prestadas durante a inscrição, como a renda familiar per capita e conclusão de ensino médio em escola pública, por exemplo. Essa etapa de comprovação dos dados deve ser feita necessariamente na instituição de ensino onde o estudante foi aprovado, entre 3 e 14 de março.

Os estudantes não aprovados automaticamente concorrerão às vagas em uma segunda chamada. Caso, ainda assim, não sejam selecionados, os candidatos podem declarar interesse em participar da lista de espera, nos dias 4 e 5 de abril, pelo site do Prouni.

Artigo | A quem interessa a Reforma do Ensino Médio?

Como funciona o Prouni?

Criado na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ProUni oferece bolsas integrais e parciais em universidades particulares para estudantes que cursaram os três anos do ensino médio em escolas da rede pública ou em escolas particulares com bolsa integral.  

O programa também é destinado a portadores de deficiência e professores da rede pública de ensino na educação básica. Com exceção dos professores, aqueles que já obtiveram o diploma estão automaticamente desclassificados do processo.  

Também são reservadas bolsas para pessoas com deficiência e autodeclarados pretos, pardos ou indígena, de acordo com a porcentagem que cada grupo representa na população estadual, com base no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia também: Inep exclui dados do Enem, e especialistas acusam "destruição" de indicadores da educação

O candidato ao Prouni precisa, necessariamente, ter conseguido uma nota superior a 450 pontos desde o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 e não ter zerado a nota da redação.  

Há também os critérios de renda para a distribuição de bolsa integral e parcial. Aqueles que têm renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo possuem direito à bolsa integral. Quando a renda familiar mensal per capita é entre 1,5 a 3 salários mínimos, o direito é à bolsa parcial.

Confira o calendário

Período de inscrição: 22 a 25 de fevereiro
1º chamada: 2 de março
Comprovação das informações da 1ª chamada: 3 a 14 de março
2ª chamada: 21 de março
Comprovação das informações da 2ª chamada: 21 a 29 de março
Inscrição na lista de espera: 4 a 5 de abril
Divulgação da lista de espera para as instituições de ensino: 7 de abril
Comprovação das informações dos aprovados na lista de espera: 8 a 13 de abril

Edição: Daniel Lamir