ouça

Como vai a alimentação dos estudantes? Programa Bem Viver debate situação com nutricionista

Entre avanços e retrocessos, dados divulgados pelo IBGE mostram retrato dos últimos 10 anos na rede pública

Ouça o áudio:

Lei diz que 30% da verba do PNAE repassada a estados e municípios deve ser usada na compra de produtos da agricultura familiar - Agência Brasil
IBGE divulgou estudo que faz comparação de dados coletados nos últimos 10 anos

A edição desta terça-feira (2) do programa Bem Viver segue o debate sobre os resultados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no último mês.

Leia: Movimento dos Pequenos Agricultores realiza mutirão contra a fome na Chapada Diamantina (BA)

O foco foi entender os aspectos de alimentação divulgados pelo Instituto. O Brasil de Fato conversou com a nutricionista Bruna Hassen, integrante da ACT Promoção em Saúde e doutora em Saúde Coletiva na área de Epidemiologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

“A gente percebeu que houve redução em refrigerantes e guloseimas, mas o consumo ainda é elevado. Mais de 40% dos escolares do 9º ano referiram o consumo de doces e 50% de refrigerantes. Isso são dados de 2019 “, defende a nutricionista.

:: "Diálogo entre irmãos", diz dirigente do MST sobre reunião com vice colombiana Francia Márquez ::

A especialista também avaliou os efeitos esperados pela nova regulamentação das embalagens de produtos alimentícios, aprovada em 2020 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que só entrará oficialmente em vigor a partir de outubro deste ano.

“A nossa avaliação é: temos um avanço? temos um avanço. Temos mais clareza na tabela nutricional, um rótulo frontal. Mas algumas escolhas não foram as ideias. Por exemplo, a adoção da modalidade 'lupa' para destacar alimentos em excesso nunca foi testada. O ideal seria o triângulo “, finaliza a especialista.

:: Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) doa 8 toneladas de alimentos sem veneno ::

Varíola dos macacos

Organizações da sociedade civil e entidades oficiais de saúde estão empenhadas em alertar a população que a doença pode atingir qualquer pessoa, independentemente, da sexualidade.

O aviso se faz necessário por que circula, de maneira equivocada, o estigma de que a varíola dos macacos só se manifesta em homens que se relacionam sexualmente com homens. 

Ariadne Riberito Ferreira, oficial para Comunidade, Gênero e Direitos Humanos do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids) lembra que o estigma associado ao HIV causou prejuízos consideráveis e representou violações de direitos humanos. Segundo ela, a sociedade não pode permitir que a resposta à varíola dos macacos siga um caminho semelhante. 

Leia: 26 anos de luta do Movimento dos Pequenos Agricultores é tema no programa Central do Brasil

“Sempre que surge uma epidemia nova e começa a se observar um aumento de casos, é muito comum tentar encontrar alguma semelhança nas pessoas atingidas, para que estratégias sejam mais eficazes em determinados grupos. Mas tem que se ter muito cuidado com isso”.

Turma da Beira 

Estudantes universitários do Pará lançaram uma coleção de livros chamada Turma da Beira, que conta histórias das comunidades tradicionais da região. Mas a proposta não é apenas resgatar tradições, mas também falar da atualidade.

:: Governo do RS vende territórios indígenas junto com empresa de eletricidade ::

Entre os temas abordados na coleção, estão os territórios do Pará, como a Ilha do Maracujá, os assentamentos de reforma agrária de Mosqueiro, as vozes dos estudantes quilombolas e indígenas da  Universidade Federal do Pará (UFPA) e de Alter do Chão e dos indígenas que vivem na cidade. 

A palavra “beira" está associada a estar à margem ou na borda. A Turma da Beira surge como uma forma de descentralizar as formas de viver e ocupar o espaço.


Confira como ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver / Brasil de Fato

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo. 

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS); Rádio Cantareira (SP); Rádio Keraz; Web Rádio Studio F; Rádio Seguros MA; Rádio Iguaçu FM; Rádio Unidade Digital ; Rádio Cidade Classic HIts; Playlisten; Rádio Cidade; Web Rádio Apocalipse; Rádio; Alternativa Sul FM; Alberto dos Anjos; Rádio Voz da Cidade; Rádio Nativa FM; Rádio News 77; Web Rádio Líder Baixio; Rádio Super Nova; Rádio Ribeirinha Libertadora; Uruguaiana FM; Serra Azul FM; Folha 390; Rádio Chapada FM; Rbn; Web Rádio Mombassom; Fogão 24 Horas; Web Rádio Brisa; Rádio Palermo; Rádio Web Estação Mirim; Rádio Líder; Nova Geração; Ana Terra FM; Rádio Independente FM; Rádio Metropolitana de Piracicaba; Rádio Alternativa FM; Rádio Web Torres Cidade; Objetiva Cast; DMnews Web Rádio; Criativa Web Rádio; Rádio Notícias; Topmix Digital MS; Rádio Oriental Sul; Mogiana Web; Rádio Atalaia FM Rio; Rádio Vila Mix; Web Rádio Palmeira; Web Rádio Travessia; Rádio Millennium; Rádio EsportesNet; Rádio Altura FM; Web Rádio Cidade; Rádio Viva a Vida; Rádio Regional Vale FM; Rádio Gerasom; Coruja Web; Vale do Tempo; Servo do Rei; Rádio Best Sound; Rádio Lagoa Azul; Rádio Show Livre; Web Rádio Sintonizando os Corações; Rádio Campos Belos; Rádio Mundial; Clic Rádio Porto Alegre; Web Rádio Rosana; Rádio Cidade Light; União FM; Rádio Araras FM; Rádios Educadora e Transamérica; Rádio Jerônimo; Web Rádio Imaculado Coração; Rede Líder Web; Rádio Club; Rede dos Trabalhadores; Angelu'Song; Web Rádio Nacional; Rádio SINTSEPANSA; Luz News; Montanha Rádio; Rede Vida Brasil; Rádio Broto FM; Rádio Campestre; Rádio Profética Gospel; Chip i7 FM; Rádio Breganejo; Rádio Web Live; Ldnews; Rádio Clube Campos Novos; Rádio Terra Viva; Rádio interativa; Cristofm.net; Rádio Master Net; Rádio Barreto Web; Radio RockChat; Rádio Happiness; Mex FM; Voadeira Rádio Web; Lully FM; Web Rádionin; Rádio Interação; Web Rádio Engeforest; Web Rádio Pentecoste; Web Rádio Liverock; Web Rádio Fatos; Rádio Augusto Barbosa Online; Super FM; Rádio Interação Arcoverde; Rádio; Independência Recife; Rádio Cidadania FM; Web Rádio 102; Web Rádio Fonte da Vida; Rádio Web Studio P; São José Web Rádio - Prados (MG); Webrádio Cultura de Santa Maria; Web Rádio Universo Livre; Rádio Villa; Rádio Farol FM; Viva FM; Rádio Interativa de Jequitinhonha; Estilo - WebRádio; Rede Nova Sat FM; Rádio Comunitária Impacto 87,9FM; Web Rádio DNA Brasil; Nova onda FM; Cabn; Leal FM; Rádio Itapetininga; Rádio Vidas; Primeflashits; Rádio Deus Vivo; Rádio Cuieiras FM; Rádio Comunitária Tupancy; Sete News; Moreno Rádio Web; Rádio Web Esperança; Vila Boa FM; Novataweb; Rural FM Web; Bela Vista Web; Rádio Senzala; Rádio Pagu; Rádio Santidade; M'ysa; Criativa FM de Capitólio; Rádio Nordeste da Bahia; Rádio Central; Rádio VHV; Cultura1 Web Rádio; Rádio da Rua; Web Music; Piedade FM; Rádio 94 FM Itararé; Rádio Luna Rio; Mar Azul FM; Rádio Web Piauí; Savic; Web Rádio Link; EG Link; Web Rádio Brasil Sertaneja; Web Rádio Sindviarios/CUT. 

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer. 

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato através do formulário

Edição: Lucas Weber