misoginia

Deputado do Republicanos assedia jornalista Vera Magalhães no debate para governo de São Paulo

Douglas Garcia (Republicanos), tentou gravar um vídeo com acusações contra a profissional

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |
Garcia abordou a jornalista Vera Magalhães na plateia do debate - Reprodução

Ao final do debate entre os candidatos a governador de São Paulo, na noite desta segunda-feira (13), o deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos) assediou verbalmente a jornalista Vera Magalhães, que estava na plateia. Ele estava entre os convidados de Tarcísio de Freitas, também do Republicanos.

Continua após publicidade

Leia mais: Tarcísio barra Douglas Garcia de eventos, advogados pedem apuração de compra de imóveis e mais

Continua após publicidade

Garcia sentou ao lado da jornalista e, filmando com o celular, perguntou aos gritos se ela recebia dinheiro para criticar Bolsonaro e questionou os valores do contrato dela com a TV Cultura. Também a chamou de "vergonha do jornalismo brasileiro"

Continua após publicidade

O deputado seguiu filmando a discussão, mesmo com a intervenção de seguranças. Nesse momento, o diretor de jornalismo da TV Cultura interviu, arrancou o celular da mão de deputado e arremessou o aparelho.

 

Após o episódio, Serva declarou que Garcia persegue reiteradamente a jornalista. "Dois anos atrás ele foi à TV Cultura, usando as prerrogativas de deputado, para obter uma cópia do contrato de trabalho dela, foi à Assembleia Legislativa e divulgou como se fosse salário mensal aquilo que era um contrato anual", relembrou. "Ele (Garcia) veio aqui com a intenção de, como eles gostam de falar, 'lacrar'".

No Twitter, Vera afirmou que vai registrar um boletim de ocorrência contra Douglas Garcia. Ela também questionou publicamente o candidato Tarcísio sobre a ação de seu apoiador.

Na madrugada desta terça-feira, Tarcísio publicou uma declaração no Twitter lamentando o ocorrido, sem citar o nome de Douglas Garcia.

 

Edição: Vivian Virissimo