JUSTIÇA AMBIENTAL

Energia eólica offshore no Nordeste: saiba contradições da proposta de Jair Bolsonaro

Até julho de 2022, haviam 66 pedidos de licenciamento para usinas de energia eólica offshore protocolados no Ibama

Brasil de Fato | Juazeiro do Norte (CE) |
Povos e comunidades tradicionais sofrerão impactos ambientais com instalação de usinas de energia eólica offshore no Brasil - Divulgação

Quando questionado sobre proposta sobre meio ambiente no debate da TV Globo, o candidato Jair Bolsonaro citou a ideia de investir em energia eólica offshore no litoral do Nordeste. Entretanto, a instalação de usinas é alvo de críticas devido ao impacto ambiental para povos e comunidades tradicionais e já virou mote para uma campanha internacional de denúncia de violações de direitos humanos.

Continua após publicidade

Empresas de países como a Espanha, Reino Unido, Itália, Noruega, França e Luxemburgo, financiam a implantação das usinas offshore no litoral brasileiro.

O Instituto EcoMaretório, Organização Não-Governamental (ONG) socioambiental para a promoção de justiça socioambiental no Litoral do Ceará, inicia hoje (29) a campanha internacional de denúncia das violações de direitos humanos que os povos e comunidades tradicionais do Brasil estão sendo impactados com as propostas de instalação de usinas de energia eólica offshore no Brasil para produção de hidrogênio verde.

Entenda: Energia limpa, mas nem tanto: os parques eólicos que abalam vidas em Pernambuco

O objetivo da campanha é denunciar a tentativa de ocupação de mais de três mil quilômetros de extensão da costa do mar brasileiro, para implantação de aerogeradores que irão se sobrepor aos maretórios utilizados por pescadores e marisqueiras como forma de sobrevivência. A instalação desses equipamentos acelera a produção de hidrogênio verde em grande escala, e tem como consequência a inviabilização do trabalho e a soberania alimentar de milhares de famílias.

A iniciativa da campanha exige ainda o cumprimento da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho com a consulta livre, prévia e informada dos Povos atingidos direta ou indiretamente.

Saiba mais: Dia Mundial do Vento: o Brasil do futuro será movido a energia eólica?

Para receber nossas matérias diretamente no seu celular clique aqui.

Fonte: BdF Ceará

Edição: Camila Garcia