ELEIÇÕES 2022

Em Pernambuco, Ministério Público do Trabalho registrou 12 denúncias de assédio eleitoral

A capital pernambucana foi a cidade com o maior número de registros, chegando a 10 casos

Brasil de Fato | Recife (PE) |
Avaliação do órgão é que o pleito no estado foi tranquilo quando comparado aos números de assédio eleitoral registrados no país - Divulgação/MPT

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco encerrou o segundo turno das eleições com 12 denúncias no Estado. Desse total, 10 foram registradas no Recife, uma em Caruaru e uma em Serra Talhada.

Continua após publicidade

Leia: Eleitores de Serra talhada e Salgueiro denunciam ação da PRF que impede circulação de veículos

De acordo com a procuradora do Trabalho Melícia Carvalho Mesel, a avaliação é de que o fim de semana tranquilo foi reflexo do trabalho desenvolvido pelo MPT.

"A promoção da conscientização, que todos fizemos desde agosto, foi fundamental para garantir que hoje tivéssemos eleições mais tranquilas, que é o desejo de todo mundo. Garantir que a principal festa democrática, o exercício do poder de voto pelo povo, fosse plena", explicou.

Desde o início do pleito eleitoral, em Pernambuco, o MPT registrou 48 denúncias. No Brasil, foram contabilizadas cerca de 2.500 denúncias. 

Cidades com denúncia registrada

O Recife é a cidade com maior quantidade de casos. No entanto, também há registros em Bezerros, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Carpina, Caruaru, Cupira, Itambé, Jaboatão dos Guararapes, Jurema, Pedra, Pesqueira, Petrolina, São Bento do Una e Serra Talhada.

 

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Vanessa Gonzaga