solidariedade

MST vai doar 25 toneladas de alimentos no encerramento da Feira Nacional da Reforma Agrária

Donativos farão parte da ornamentação do Parque da Água Branca, que receberá o evento

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

MST já doou mais de 8 mil toneladas de alimentos saudáveis, e volume vai aumentar com iniciativa vinculada à Feira Nacional da Reforma Agrária - Breno Thome Ortega/MST

Cerca de 25 toneladas de alimentos serão doadas após o encerramento da quarta edição da Feira Nacional da Reforma Agrária do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), no próximo domingo (14). Os donativos farão parte da ornamentação do Parque da Água Branca nos quatro dias de atividades e serão encaminhados a pessoas em situação de vulnerabilidade social na sequência.

Continua após publicidade

Integrante da coordenação nacional do Movimento, Delweck Matheus contou ao Brasil de Fato que haverá um ato simbólico para entrega dos alimentos, contando com a presença de lideranças de organizações que colaboraram com o MST durante as campanhas de solidariedade nos períodos mais graves da pandemia.

"O ato de solidariedade é uma sequência da conferência [uma das atividades previstas na programação da Feira]. Após a conferência vamos ter esse momento simbólico de chamar essas organizações para fazer essa entrega", destacou.

:: Agricultores de Minas Gerais levam toneladas de alimentos para feira do MST em SP ::

As doações dão seguimento a uma iniciativa histórica do MST. Desde o início da pandemia, em 2020, o movimento já doou mais de 8 mil toneladas de alimentos e 2 milhões e meio de marmitas solidárias.

Com mais de 450 mil famílias assentadas e 100 mil famílias acampadas, o MST produz alimentos como arroz, leite, carne, café, cacau, sementes, mandioca, cana-de-açúcar e grãos, que são beneficiados e preparados antes de serem entregues para doações.

Edição: Nicolau Soares