ouça

'Plantar floresta': conheça experiências para produzir em abudância e superar climas extremos

Programa Bem Viver apresenta sistemas agroflorestais no Ceará e na Amazônia como alternativas sustentáveis de produção

Ouça o áudio:

Além das práticas agroecológicas com a terra, academia e movimentos populares defendem um novo paradigma para o planeta - Foto: Wellington Lenon
plantar floresta, plantar diversidade, plantar estrutura, para que a gente possa ter recursos

Os laços inseparáveis de um contexto mundial de fome e destruição da natureza no modo de vida atual encontram respostas práticas e conceituais na agroecologia. Ao mesmo tempo, a cobrança por avanços em políticas públicas no setor ecoa uniformemente entre todas as pessoas que defendem o o modo de produção agroecológico. 

Para ecoar algumas das experiências agroecológicas pelo Brasil, o programa Bem Viver desta quinta-feira (7) destaca a experiência do agroflorestor Antônio Gomides, no Crato (CE), que utiliza as redes sociais para divulgar a agricultura "com as leis da natureza" e as respostas de sistemas agroflorestais que resistem como solução ambiental e econômica em meio à seca mais severa dos últimos 100 anos na Amazônia. 

:: 'A agroecologia tinha que acontecer agora numa escala planetária', diz Krenak no encerramento do Congresso Brasileiro de Agroecologia ::

Continua após publicidade

Produzir em abundância

No interior do Ceará, Antônio Gomides é um  agroflorestor, como ele mesmo se define. Por meio das redes sociais, ele vem mostrando que é possível produzir alimentos sem usar agrotóxicos, sem desmatar, sem destruir nada. E afirma: é possível produzir em abundância plantando floresta.

"A [partir da] maneira com que a floresta se estrutura, nós podemos obedecer às leis da natureza para conseguir erguer uma agricultura que possa unir pessoas, possa verdadeiramente reestruturar o solo, salvaguardar a genética e produzir um nível de abundância que a humanidade não está acostumada", afirma, em entrevista para o Bem Viver.

Ao destacar a produção abundante, Gomides defende que os sistemas agroflorestais podem ir além de uma sustentabilidade "no limite" da questão da fome, sendo uma resposta de comida boa, saudável, diversa e em quantidade suficiente para a população.   

"A ciência agroflorestal pode ensinar à humanidade novos caminhos para se trabalhar uma agricultura que tem tudo para ser implementada nesta geração, em busca de formar as próximas, para que a gente possa deixar um cenário em que outras pessoas, quando tiver a oportunidade de estar, possam também consumir e, naturalmente, ir deixando mais recursos para o futuro", pontua Gomides.

Influenciador digital, ele encontrou nas redes sociais um caminho para ampliar a divulgação das tecnologias da agrofloresta e "fisgar" mais pessoas para que as árvores voltem para a propriedade agrícola e que se "plante alimento plantando árvore, plantando floresta".

"Não é só não usar veneno, não é só não tocar fogo, não é só não poluir, é não fazer nada disso, mas plantar floresta, plantar diversidade, plantar estrutura, para que a gente possa ter recursos e valores, não só humanos, mas, sobretudo, ambientais, para verdadeiramente a gente poder ter um futuro mais brilhante, mais claro e mais paz para esse povo", defende Gomides.

Superar a estiagem

No últimos meses, a região amazônica passou a sofrer com a pior estiagem dos últimos 121 anos. O clima extremo fez com que, por exemplo, o Rio Negro, em Manaus, atingisse a marca histórica de 13,59 cm no dia 16 de outubro de 2023.

A situação climática trouxe consequências severas para as populações dos 62 municípios do estado do Amazonas, que decretaram situação de emergência. A população sofre com dificuldade no acesso à água potável e alimentos.

:: Sistemas Agroflorestais na Amazônia são ferramenta para uma agricultura regenerativa e mitigação climática ::

Apesar do cenário, o Sistema Agroflorestal (SAF) criado pela família Seu Aldemir, sua esposa, Dona Neide Santos, 57, e os nove filhos, o SAF tem sido a principal fonte de alimento durante a emergência climática. 

Dona Neide conta que antes a família foi chamada de maluca por começar a plantar mudas de pau-rosa. As pessoas diziam que a prática não tinha futuro. "E agora tá aí nosso SAF, cheio de árvore, que dá comida pra nós, dá fruta, dá madeira, dá alimento, né, que nesses tempos agora importa muito. Se não fosse essa terra, a gente não tinha o que comer”, comenta. 
 


Confira como ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver nas rádios parceiras e plataformas de podcast / Brasil de Fato

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo.  

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS); Rádio Cantareira (SP); Rádio Keraz; Web Rádio Studio F; Rádio Seguros MA; Rádio Iguaçu FM; Rádio Unidade Digital ; Rádio Cidade Classic HIts; Playlisten; Rádio Cidade; Web Rádio Apocalipse; Rádio; Alternativa Sul FM; Alberto dos Anjos; Rádio Voz da Cidade; Rádio Nativa FM; Rádio News 77; Web Rádio Líder Baixio; Rádio Super Nova; Rádio Ribeirinha Libertadora; Uruguaiana FM; Serra Azul FM; Folha 390; Rádio Chapada FM; Rbn; Web Rádio Mombassom; Fogão 24 Horas; Web Rádio Brisa; Rádio Palermo; Rádio Web Estação Mirim; Rádio Líder; Nova Geração; Ana Terra FM; Rádio Metropolitana de Piracicaba; Rádio Alternativa FM; Rádio Web Torres Cidade; Objetiva Cast; DMnews Web Rádio; Criativa Web Rádio; Rádio Notícias; Topmix Digital MS; Rádio Oriental Sul; Mogiana Web; Rádio Atalaia FM Rio; Rádio Vila Mix; Web Rádio Palmeira; Web Rádio Travessia; Rádio Millennium; Rádio EsportesNet; Rádio Altura FM; Web Rádio Cidade; Rádio Viva a Vida; Rádio Regional Vale FM; Rádio Gerasom; Coruja Web; Vale do Tempo; Servo do Rei; Rádio Best Sound; Rádio Lagoa Azul; Rádio Show Livre; Web Rádio Sintonizando os Corações; Rádio Campos Belos; Rádio Mundial; Clic Rádio Porto Alegre; Web Rádio Rosana; Rádio Cidade Light; União FM; Rádio Araras FM; Rádios Educadora e Transamérica; Rádio Jerônimo; Web Rádio Imaculado Coração; Rede Líder Web; Rádio Club; Rede dos Trabalhadores; Angelu'Song; Web Rádio Nacional; Rádio SINTSEPANSA; Luz News; Montanha Rádio; Rede Vida Brasil; Rádio Broto FM; Rádio Campestre; Rádio Profética Gospel; Chip i7 FM; Rádio Breganejo; Rádio Web Live; Ldnews; Rádio Clube Campos Novos; Rádio Terra Viva; Rádio interativa; Cristofm.net; Rádio Master Net; Rádio Barreto Web; Radio RockChat; Rádio Happiness; Mex FM; Voadeira Rádio Web; Lully FM; Web Rádionin; Rádio Interação; Web Rádio Engeforest; Web Rádio Pentecoste; Web Rádio Liverock; Web Rádio Fatos; Rádio Augusto Barbosa Online; Super FM; Rádio Interação Arcoverde; Rádio; Independência Recife; Rádio Cidadania FM; Web Rádio 102; Web Rádio Fonte da Vida; Rádio Web Studio P; São José Web Rádio - Prados (MG); Webrádio Cultura de Santa Maria; Web Rádio Universo Livre; Rádio Villa; Rádio Farol FM; Viva FM; Rádio Interativa de Jequitinhonha; Estilo - WebRádio; Rede Nova Sat FM; Rádio Comunitária Impacto 87,9FM; Web Rádio DNA Brasil; Nova onda FM; Cabn; Leal FM; Rádio Itapetininga; Rádio Vidas; Primeflashits; Rádio Deus Vivo; Rádio Cuieiras FM; Rádio Comunitária Tupancy; Sete News; Moreno Rádio Web; Rádio Web Esperança; Vila Boa FM; Novataweb; Rural FM Web; Bela Vista Web; Rádio Senzala; Rádio Pagu; Rádio Santidade; M'ysa; Criativa FM de Capitólio; Rádio Nordeste da Bahia; Rádio Central; Rádio VHV; Cultura1 Web Rádio; Rádio da Rua; Web Music; Piedade FM; Rádio 94 FM Itararé; Rádio Luna Rio; Mar Azul FM; Rádio Web Piauí; Savic; Web Rádio Link; EG Link; Web Rádio Brasil Sertaneja; Web Rádio Sindviarios/CUT.  

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.  

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para ser incluído na nossa lista de distribuição, entre em contato por meio do formulário.

Edição: Geisa Marques