Solidariedade

Comitê Brasileiro Pela Paz entrega manifesto de apoio à Venezuela

Integrantes do comitê estiveram no consulado venezuelano, nesta nesta sexta (4)

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Integrantes do Comitê Brasileiro pela Paz em ato simbólico no consulado da Venezuela, em São Paulo / Norma Odara/ Brasil de Fato

Integrantes do Comitê Brasileiro Pela Paz entregaram ao cônsul adjunto do Consulado da Venezuela em São Paulo, Roberto Torresalba, um manifesto em apoio à Assembleia Nacional Constituinte (ANC) e pela paz, na manhã desta sexta-feira (4).

Composto por movimentos populares, partidos e meios de comunicação contra-hegemônicos, o Comitê foi criado na última segunda-feira (31) e defende a democracia e a não-violência.

"Nos últimos meses, semanas e dias, uma parcela da direita tem praticado ações de violência. Tem mais de 100 mortos, entre queimados vivos e ações de caráter fascista, realmente assustadores. Frente a isso a gente convocou muitas organizações brasileiras e pessoas que apoiam a luta anti-fascista e anti-violência, para defender a paz na Venezuela, para legitimar o processo da constituinte e legitimar o processo defendido pelo governo eleito democraticamente", explica Paola Estrada, da articulação dos movimentos sociais da Alba no Brasil.

O manifesto foi entregue diretamente ao cônsul venezuelano, que, na ocasião, agradeceu o apoio brasileiro, reafirmando a importância da solidariedade internacional.

"O processo da constituinte da Venezuela, como vem sendo explicado pelo presidente Nicolás Maduro, é uma via para recuperar e retornar a paz na Venezuela que a direita tem se dedicado a combater com atos de violência. A constituinte vem resgatar o clima de paz que deve haver no povo venezuelano", afirma Torrealba.

A previsão é que os trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) comecem nesta sexta-feira (4). O ato legal e político seria realizado nesta quinta-feira (3), mas, segundo o presidente Nicolás Maduro, foi necessário um adiamento para que as atividades fossem realizadas “em paz e com tranquilidade”.

Acesse a integra do documento aqui.

Edição: Simone Freire