efeito positivo

Com quarentena rígida, isolamento social cresce 20% na Região Metropolitana de Recife

Estado tem mais de 20 mil casos confirmados; governador Paulo Câmara anunciou que testou positivo para a covid-19

Brasil de Fato | Recife (PE) |
Governo do Estado anunciou a adoção de medidas rígidas de isolamento, que passaram a ser implantadas no último sábado (16) - Fundaj

O governo do estado de Pernambuco anunciou que o isolamento social de combate à pandemia de covid-19 aumentou 20% em Pernambuco desde o último sábado (16), quando passou a valer o decreto estadual que determinou medidas mais severas de quarentena. Foram necessários, portanto, apenas dois dias para o decreto apresentar resultados práticos quanto ao isolamento visto nas cidades da Região Metropolitana do Recife.

:: Governo de PE adota "isolamento social rígido" na Região Metropolitana do Recife ::

Moradora do bairro de Pixete, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, a estudante Gabrielly Gregório conta que iniciou o isolamento assim que as aulas na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde ela estuda, foram suspensas e que a adaptação foi difícil. “A dinâmica é ficar no quarto, sala e cozinha. Foi difícil. Mesmo sem sair, o cuidado em casa é redobrado. Não tinha mais como receber pessoas. Nos primeiros dias foi bem difícil se acostumar”, explica.

:: Para reduzir contágio, estados do Nordeste aderem ao isolamento social rígido ::

Com a restrição das medidas, ela, que já apoiava as medidas de isolamento, aponta que o movimento no bairro diminuiu. “Desde a semana passada, alguns bares que estavam abertos estão fechados, o fluxo de pessoas nas ruas diminuiu. Quem está saindo é por pura necessidade. A gente sabe que a gente precisa colocar comida em casa, mas salvar vidas está em primeiro lugar. É preciso ter consciência de que vai passar. É importante essa medida de isolamento total”, ressalta.

O secretário de Saúde do estado, André Longo, afirma que, quanto mais rápido forem cumpridas as medidas e a diminuição de contágios, mais fácil será fazer uma previsão de quando as medidas de reabertura podem ser implantadas.

“Atingindo nos primeiros dias de junho um achatamento da curva, é possível programar, a partir do momento em que houver a desaceleração da curva, um retorno à normalidade possível, com a segurança que todas as pessoas que moram em Pernambuco merecem. Então, esse esforço nos próximos 15 dias, esse sacrifício a mais que estamos pedindo à sociedade pernambucana, visa o retorno mais rápido à normalidade e só poderemos atingir esta meta se este esforço for realmente feito e buscarmos atingir índices de isolamento social próximo aos 70%”, projetou o secretário.

Balanço

De acordo com os dados da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, o estado tem 21.242 casos confirmados de coronavírus. Desse total, 10.742 são quadros leves, 10.500 são considerados graves. Em relação ao número de óbitos, são 1.741 mortes pela covid-19, mas a Secretaria salienta que o aumento nos números em relação à segunda-feira (18) é pelo atraso no envio de informações de pacientes que estavam internados na rede privada.

Já a testagem dos profissionais de saúde bateu os 5 mil testes, com 3.115 casos confirmados e 2.007 descartados. O estado já realizou 35.237 testes, estando agora próximo da capacidade máxima do processamento de testes no estado, realizando cerca de mil exames por dia, sendo a capacidade total dos seis laboratórios do estado, junto com os privados e os testes rápidos de 7.600 testes por semana. 

App Atende em Casa

Também foi anunciada a ampliação da abrangência para 20 municípios do Agreste Meridional e Zona da Mata Sul do aplicativo Atende em Casa, criado pelo governo do estado para realizar atendimentos on-line com pessoas que apresentam sintomas da doença ou já estão diagnosticadas, mas estão fazendo o isolamento em casa. A iniciativa é crucial para garantir que o Sistema de Saúde não sofra com uma sobrecarga ainda maior. Agora, 5,7 milhões de pessoas podem usar os serviços do aplicativo, que possui 62,4 mil usuários cadastrados. A equipe com mais de 100 profissionais de saúde realizou até o último domingo (17) cerca de 20 mil teleorientações.


Governador testa positivo

Na noite desta segunda (18), o governador Paulo Câmara (PSB) anunciou nas redes sociais que testou positivo para covid-19. “Vou iniciar o isolamento rígido, tomar todas as precauções necessárias e seguir as orientações médicas. O gabinete de crise continua instalado, trabalhando, e vamos acompanhar remotamente todas as ações necessárias para livrar Pernambuco do novo coronavírus”, afirmou o governador durante o pronunciamento.

 

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Marcos Barbosa e Vivian Fernandes