Ensino superior

Fez o Enem 2021? Consulte o resultado e saiba como utilizar sua nota

Fies, Prouni, Sisu, universidades particulares e internacionais são as opções para quem realizou o exame

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

Com o desempenho na prova é possível conseguir vagas em universidades públicas e privadas e até mesmo em instituições de ensino no exterior - Marcelo Camargo / Agência Brasil

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 já estão disponíveis para consulta. Com o desempenho na prova é possível conseguir vagas em universidades públicas e privadas e até mesmo em instituições de ensino no exterior. Cada unidade, no entanto, possui as suas regras.  

A consulta ao resultado do exame deve ser feita na Página do Participante

Continua após publicidade

Como a nota do Enem pode ser utilizada?

Continua após publicidade

De uma forma geral, a nota do Enem pode ser utilizada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), além de instituições de ensino particulares e internacionais. 

Leia também: Reforma do ensino médio vai dar “menos escola a quem mais precisa”

Continua após publicidade

Sisu

Continua após publicidade

O Sisu permite que estudantes com melhores desempenhos no Enem conquistem vagas em universidades públicas. 

Para se inscrever, o estudante deverá necessariamente ter participado do Enem de 2021 e não ter zerado a redação.

No ato da inscrição, o candidato deve escolher até duas opções de vaga em cursos e instituições de ensino participantes do sistema, podendo concorrer por meio das vagas de ampla concorrência ou entre aquelas reservadas a políticas de ações afirmativas.  

Após o primeiro dia de inscrição, o Sisu disponibilizará a nota de corte de cada curso das instituições, que será atualizada frequentemente, conforme mais inscrições são contabilizadas.  

Além disso, é possível modificar as opções até o encerramento das inscrições. Ainda assim, o ideal é que os interessados não deixem para última hora para fazer as inscrições, pois são poucos dias para escolher a vaga que se pretende cursar na graduação.  

As inscrições para o Sisu começam em 15 de fevereiro.  

Leia também: Volta às aulas presenciais: o que é preciso para um retorno seguro

Prouni

O ProUni oferece bolsas integrais e parciais em universidades particulares para estudantes que cursaram os três anos do ensino médio em escolas da rede pública ou em escolas particulares com bolsa integral.  

O programa também é destinado a portadores de alguma deficiência e professores da rede pública de ensino na educação básica. Com exceção dos professores, aqueles que já obtiveram o diploma estão automaticamente desclassificados do processo. 

O candidato ao Prouni precisa, necessariamente, ter conseguido uma nota superior a 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 e não ter zerado a nota da redação.  

Há também os critérios de renda para a distribuição de bolsa integral e parcial. Aqueles que têm renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo possuem direito à bolsa integral. Quando a renda familiar mensal per capita é entre 1,5 a 3 salários mínimos, o direito é à bolsa parcial.  

As inscrições do Prouni para o primeiro semestre de 2022 estarão abertas entre 22 e 25 de fevereiro. 

Relembre: Enem: entenda por que profissinais do Inep pediram demissão na véspera do exame

Fies

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, em instituições particulares de educação superior.  

O fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, dividido em diferentes modalidades, podendo conceder juro zero a quem mais precisa. A escala varia conforme a renda familiar do candidato. O programa oferece um crédito de 50% a 100% sobre a mensalidade do curso.  

O candidato não pode ser uma renda familiar mensal per capita superior a 3 salários mínimos (R$ 3.636). 

Para participar, é necessário ter participado de alguma edição do Enem desde 2010, com nota média aritmética das provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a zero na redação. 

Análise | O “novo ensino médio”: traição à juventude que frequenta a escola pública

Instituições privadas e internacionais 

Algumas instituições particulares oferecem desconto na mensalidade diretamente por meio do Enem e outras utilizam o exame como processo seletivo. Para saber se uma universidade se enquadra em um dessas situações e quais são os requisitos, o ideal é procurar as informações diretamente na instituição. 

O caminho é o mesmo para as instituições de ensino do exterior. Por meio do Enem, é possível conseguir vagas em algumas universidades de países como Portugal, Inglaterra, França, Irlanda e Canadá. Em alguns casos pode ser exigido do candidato a realização do processo seletivo local. 

Edição: Daniel Lamir