Repercussão

China está pronta para trabalhar com Lula, diz Xi Jinping

Diplomacia chinesa destaca vitória de Lula com expectativa de parceria de "nível mais elevado"

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

Xi Jinping parabeniza Lula e afirma desejo de fortalecer relação entre os dois países - Wang Zhao / AFP

O presidente da China, Xi Jinping, enviou uma mensagem nesta segunda-feira (31) a Lula (PT) após a eleição do líder petista. A diplomacia chinesa também comentou o resultado das urnas no Brasil e ressaltou que os dois países são "parceiros estratégicos".

Continua após publicidade

"A China atribui grande importância ao desenvolvimento das relações China-Brasil e está pronta a trabalhar com Lula para fortalecer conjuntamente a parceria estratégica global China-Brasil para um novo nível, de modo a beneficiar os dois países e dois povos", disse Xi, de acordo com o jornal Global Times.

Continua após publicidade

O presidente chinês também destacou que Xi ressaltou "a amizade a longo prazo e o aprofundamento da cooperação mutuamente benéfica que servem os interesses fundamentais dos dois países e conduzem à manutenção da paz e estabilidade regional e mundial e à promoção do desenvolvimento e prosperidade comuns".

Continua após publicidade

O Global Times ainda trouxe o dado de que a China é o maior parceiro comercial do Brasil há 13 anos consecutivos, com um volume de comércio entre as nações superior a US$ 100 bilhões nos últimos quatro anos. Em 2021, as exportações de produtos agrícolas do Brasil para a China ultrapassaram US$ 40 bilhões.

Continua após publicidade

A publicação ligada ao Partido Comunista da China ouviu pesquisadores que sublinharam que Lula deverá colocar uma ênfase nas relações Sul-Sul e que poderá pleitear a participação do Brasil na Nova Rota da Seda, assim como a vizinha Argentina.

A Nova Rota da Seda, também conhecida como Iniciativa do Cinturão e Rota, é um megaprojeto de infraestrutura da China que financia e constrói infraestrutura como portos, estradas, ferrovias, redes de telecomunicações e aeroportos em dezenas de países.

A vitória do petista também foi comentada pelo Ministério das Relações Exteriores da China, que desejou sucesso no "desenvolvimento nacional" do Brasil e citou a expectativa de uma parceria de "nível mais elevado".

Confira a íntegra do comentário da chancelaria chinesa:

"Parabéns calorosos ao Sr. Luiz Inácio Lula da Silva por ter sido eleito novamente como presidente do Brasil. Desejamos ao Brasil novo sucesso no seu desenvolvimento nacional.

A China e o Brasil são ambos grandes países em desenvolvimento e importantes economias emergentes e parceiros estratégicos abrangentes um do outro. Durante 48 anos desde o estabelecimento de laços diplomáticos, as relações China-Brasil têm gozado de um crescimento sólido e constante com uma cooperação frutífera em várias áreas. A China vê e avança as suas relações com o Brasil de uma perspectiva estratégica e global.

Esperamos trabalhar com o Sr. Lula da Silva e o novo governo brasileiro liderado por ele para levar a parceria estratégica abrangente China-Brasil a um nível mais elevado, proporcionar mais benefícios aos dois países e povos e dar o nossa devida contribuição para a paz e estabilidade regional e mundial e para a prosperidade comum", afirmou o Zhao Lijian, porta-voz da chancelaria chinesa.

Edição: Arturo Hartmann